Potenciais Evocados Visuais (PEV)

Os estímulos visuais geram respostas no sistema nervoso, sendo estas respostas mais facilmentes captadas em áreas do crânio na vizinhança da área visual do cérebro, a região occiptal. Os tipos de estímulos visuais podem ser diversos, porem os mais utilizados na neurofisiologia clinica são o estimulo de padrão reverso, onde um monitor mostra quadrados claros e escuros que se invertem alternadamente, o qual  produz uma resposta que é gerada, principalmente, na região da Mácula da Retina, precisando de um certo grau de colaboração do paciente para a obtenção de uma resposta adequada.

O outro tipo de estimulo, é o estimulo por flash, onde o olho a ser examinado é submetido a flashes contínuos, os quais podem ser realizados por óculos especiais ou por aparelhos de flash, similares aos de câmeras fotográficas, sendo que este tipo avalia a retina como um todo e as respostas geradas são independentes da colaboração do paciente, inclusive podem ser utilizados em pacientes com alteração de estado de consciência, porem são menos adequadas para detecção de doenças em fases iniciais. O exame de potencial evocado visual  é utilizado na avaliação de doenças desmielienizantes como  Esclerose Múltipla, inflamação do nervo Optico como a Neurite Öptica e doenças tumorais, que afetem a via visual, como os tumores de Hipófise.

Desenvolvido por: KGTI - Web Sites e Blogs
Plataforma Web Sites e Blogs Auto Gestão KGTI Press
Avenida 9 de julho, 3229 Cj. 407 -Jardim Paulista – CEP: 01407-000
Fone/Fax: (11) 3578-4290 / 3057-2947